Diarista é feita refém durante troca de tiros em Itararé, Vitória

Uma diarista de 46 anos foi feita refém na manhã dessa terça-feira (16), no bairro Itararé, em Vitória, depois de uma troca de tiros entre um suspeito e a polícia. O rapaz usou a mulher para conseguir fugir. A ação aconteceu por volta de 7h50. A Polícia Militar reforçou o policiamento no bairro.

O conflito começou depois que o cabo da PM, Stocoda, viu o criminoso circulando armado de bicicleta próximo a praça do bairro e o abordou. O suspeito então trocou tiros com a polícia e fez a diarista refém, aplicando um golpe e colocando a arma da cabeça dela.

“Vimos o indivíduo em atitude suspeita e demos voz de parada. Ele sacou a arma e disparou contra a viatura. Perseguimos ele e quando chegou perto de uma farmácia, que não tinha mais para onde correr, ele fez uma moradora refém e deu outro disparo contra a guarnição. Eu pedi apoio e nisso ele conseguiu fugir”, contou o policial.

bicicleta usada por suspeito foi apreendida, no ES  — Foto: Reprodução/ TV Gazeta

bicicleta usada por suspeito foi apreendida, no ES — Foto: Reprodução/ TV Gazeta

Depois de atirar contra a PM e fazer uma pessoa refém, o criminoso conseguiu fugir armado, atirando no meio da rua. A mulher foi deixada dentro de uma loja de material de construção. A câmera de uma loja registrou o momento que o suspeito empurra a mulher para dentro do comércio.Mulher é feita refém durante troca de tiros e deixada estabelecimento comercial de bairroG1 ES–:–/–:–

Mulher é feita refém durante troca de tiros e deixada estabelecimento comercial de bairro

Mulher é feita refém durante troca de tiros e deixada estabelecimento comercial de bairro

Devido ao risco, a Polícia Militar informou que os policiais solicitaram apoio via rádio e se afastaram para se abrigar de forma que o criminoso pudesse ficar calmo, momento em que ele se fugiu novamente e libertou a refém.

“Nessas horas a gente tem que avaliar o que vale mais: a vida de um refém ou a prisão de um traficante”, informou o subtenente da Polícia Militar, Willian Will.

Depois de uma denúncia, os militares chegaram a um homem suspeito do crime e que já tinha sido preso por tráfico de drogas. Ele foi liberado depois que a polícia não encontrou nenhum indício.

A Polícia Militar reforçou o policiamento no bairro e um helicóptero foi usado nas buscas. O suspeito não foi localizado.

Prefeitura de Vitória

As imagens das câmeras de videomonitoramento de Vitória que ficam no local, segundo a Secretaria Municipal de Segurança Urbana (Semsu), estão a disposição da polícia.